skip to Main Content
Pagamento Das Guias Do Simples Nacional, De âmbito Federal, Que Foram Prorrogadas Começam Em Outubro. - Abrir Empresa Simples
Pagamento das guias do Simples Nacional, de âmbito federal, – que foram prorrogadas – começam em Outubro.
30 de setembro de 2020

Pagamento das guias do Simples Nacional, de âmbito federal, – que foram prorrogadas – começam em Outubro.

Alerta: Simples Nacional – guias que foram prorrogadas – pagamentos começam em outubro/2020 Em função dos impactos da pandemia da Covid-19, as datas de vencimento dos tributos federais apurados no âmbito do Simples Nacional, foram prorrogadas da seguinte forma:
Continue lendo...
Hora-da-retomada-veja-como-substituir-emprestimos-anteriores-a-pandemia-e-economize
Hora da retomada: veja como substituir empréstimos anteriores à pandemia e economize!
23 de setembro de 2020

Hora da retomada: veja como substituir empréstimos anteriores à pandemia e economize!

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), através da Pesquisa Pulso Empresa: Impacto da Covid-19 nas Empresas, publicada em julho, mais de 700 mil empresas encerraram as atividades desde o início da pandemia.
Continue lendo...
Covid-19-e-seu-reflexo-na-estabilidade-do-empregado-o-que-voce-empregador-deve-fazer
Covid-19 e seu reflexo na estabilidade do empregado. O que você, empregador, deve fazer?
3 de setembro de 2020

Covid-19 e seu reflexo na estabilidade do empregado. O que você, empregador, deve fazer?

COVID-19: Trabalhador infectado no trabalho deve ter estabilidade de um ano Portaria publicada no Diário Oficial prevê estabilidade de um ano e FGTS proporcional ao tempo de licença médica do trabalhador.
Continue lendo...
Empresario-voce-pode-utilizar-uma-nova-forma-para-quitar-impostos
Empresário, você pode utilizar uma nova forma para quitar impostos!
24 de agosto de 2020

Empresário, você pode utilizar uma nova forma para quitar impostos!

O Projeto de Lei 3911/20 abre a possibilidade de que as linhas de crédito emergenciais criadas durante a pandemia do novo coronavírus possam ser utilizadas por empresários para o pagamento de tributos, inclusive atrasados, e débitos inscritos em dívida ativa.
Continue lendo...